Rodovia MGT 383 Km 2 - Estrada São Vicente/Minduri
São vicente de Minas / MG - Cep: 37370-000
Matriz: (35) 3323-1822 ou (35) 3323-1889
Loja de Peças: (35) 98871-4279 - Matriz (35) 99853-2848

A história da Cooperativa Agropecuária Mista de São Vicente de Minas (COOASAVI) começou com um sonho: o de fortalecer e viabilizar a atividade agropecuária no seu município de origem. A ideia era buscar uma solução viável para baratear o custo de produção dos insumos e tê-los disponíveis no mercado local, facilitando, assim, o trabalho de todos os produtores. Com a iniciativa do sr. Paulo César Durço, Engenheiro Agrônomo com várias especializações em cooperativismo, um grupo de seis a oitos produtores reuniram-se e decidiram unir forças para tornar aquele desejo uma realidade.

Depois de um trabalho de conscientização junto ao público-alvo, em 1º de outubro de 1990, após publicar edital de convocação, instalou-se a Assembleia de Constituição, presidida por Paulo César Durço. Na oportunidade, foi fundada a Cooperativa Agropecuária Mista de São Vicente de Minas Ltda. (COOASAVI), com 21 associados, registrada na Junta Comercial do Estado e também na Organização das Cooperativas do Estado de Minas Gerais (OCEMG).

Em março de 1991, após consolidar um capital social reunindo mais cooperados, foi montada uma loja de produtos veterinários, a qual funcionava na Praça Governador Valadares, tendo apenas um funcionário: Leandro Arantes, técnico agrícola, hoje Gerente Geral da Fábrica de Rações. Outra iniciativa da Diretoria foi obter um financiamento Rural para aquisição de 2000 toneladas de calcário e 5 mil sacas de adubo formulado, os quais foram repassados aos produtores na forma de Crédito Rural. Com essa iniciativa, a COOSAVI tomou um novo impulso em seu movimento financeiro, bem como na expansão de seu quadro social, reunindo cerca de 100 cooperados.

Na sequência, a COOASAVI iniciou suas atividades na comercialização de rações, buscando oferecer melhores condições aos produtores com negociações diretas com os fornecedores. Visualizando que poderia aprimorar ainda mais o preço da ração, a Diretoria então fixou como meta a construção de uma Fábrica de Rações no município. Para viabilizar o empreendimento, buscou-se o apoio da Prefeitura Municipal de São Vicente de Minas na doação de um terreno, o qual foi permutado com outro terreno, de 2,5 hectares, localizado à margem da rodovia MGT 383, facilitando o acesso e o escoamento da produção. No início de suas atividades, em 1992, a fábrica produzia cerca de 1 mil sacas/mês, hoje, este número está em torno de 20 mil sacas/mês.

Com a demanda crescente pela matéria-prima, principalmente o milho, a Diretoria, necessitando aumentar o capital de giro da cooperativa, optou por criar um Sistema de Crédito Cooperativo, autorizado a funcionar pelo Banco Central, inaugurando, no dia 21 de novembro de 1993, a Cooperativa de Crédito Rural de São Vicente de Minas (SICOOB CREDISAVI), sendo o sr. Paulo César Durço o seu presidente. Na época, César também ocupava a presidência da cooperativa de produção.

Com a demanda crescente pela matéria-prima, principalmente o milho, a Diretoria, necessitando aumentar o capital de giro da cooperativa, optou por criar um Sistema de Crédito Cooperativo, autorizado a funcionar pelo Banco Central, inaugurando, no dia 21 de novembro de 1993, a Cooperativa de Crédito Rural de São Vicente de Minas (SICOOB CREDISAVI), sendo o sr. Paulo César Durço o seu presidente. Na época, César também ocupava a presidência da cooperativa de produção.

Atualmente, a COOASAVI é reconhecida pelo seu trabalho sério e comprometido com o produtor rural, desfrutando de alta credibilidade no mercado de fornecedores e representando um modelo de cooperativismo na região. Os números atuais comprovam o sucesso da iniciativa, ancorado pelo profissionalismo na gestão e o comprometimento tanto da administração quanto dos cooperados. Em 2020, a COOASAVI apresentou aumento do ativo em 71,77% e uma elevação do patrimônio líquido em 70,46%. Hoje, a cooperativa conta com mais de 1 mil cooperados e mais de 90 prestadores de serviços, atendendo a 27 municípios da região.

Em agosto de 2020, a COOASAVI deu início à construção de seu novo complexo de recepção, beneficiamento e armazenamento de grãos. O parque industrial, localizado na rodovia BR 383 / São Vicente – Madre Deus, com área de 60 mil m², visa atender uma demanda crescente na região, oferecendo aos cooperados e demais produtores um serviço de alta qualidade, com estrutura de primeira linha.

O novo empreendimento vai contar com três silos de armazenamento com capacidade para receber 330 mil sacas de milho ou soja. Além deles, o parque contará com mais dois silos pulmão, com capacidade para 30 mil sacas, destinados a receber a produção direta do campo. Estão incluídos também dois secadores, sendo um com capacidade para secar 180 toneladas de milho por hora e outro para secar 130 toneladas de soja por hora. Cada secador possui uma fornalha metálica à lenha com três a quatro bocas com ciclones que evitam a contaminação ao meio ambiente.

Foram adquiridos, ainda, quatro moegas para receber a produção; um tombador com capacidade para 80 toneladas com 21 metros de comprimento para carretas bi-trem, dando maior agilidade ao recebimento dos grãos; dois silos suspensos com balanças automáticas para expedição dos grãos; uma balança com 30 metros de comprimento e com capacidade para 120 toneladas; duas peneiras rotativas para 240 e 150 toneladas por hora, dando vazão ao recebimento na limpeza dos grãos; e diversos elevadores de canecas e transportadores. Também estão sendo construídos 1.340 m² de cobertura metálica com piso concretado e um escritório. Além disso, o parque industrial contará com pavimentação com piso intertravado de toda a área externa de circulação e acesso. A previsão é que as obras sejam concluídas no início de 2022