Diretoria da COOASAVI e cooperados elogiam palestra do presidente da ABRALEITE

Sr. Geraldo Borges esteve em São Vicente de Minas e falou sobre a associação e os desafios do setor leiteiro nacional. O evento foi considerado um sucesso.


Na última sexta-feira (15), os dirigentes da COOASAVI e os cooperados produtores de leite tiveram a honra de receber a visita do Sr. Geraldo Borges, presidente da ABRALEITE Associação Brasileira dos Produtores de Leite, que esteve em São Vicente de Minas para ministrar a palestra “O Mercado do Leite” e dialogar com os produtores sobre os desafios do setor leiteiro nacional e a importância da atuação da associação em prol da categoria.

O evento, que contou com a participação de cerca de 150 cooperados de São Vicente, Piedade, Madre de Deus, Minduri, Serranos, Andrelândia e outros municípios da região, foi considerado uma oportunidade única para ampliar os conhecimentos sobre o mercado leiteiro, a atuação firme da ABRALEITE junto aos poderes executivo e legislativo na capital da República e a nova política econômica iniciada no governo do presidente Jair Bolsonaro. Durante quase três horas, Borges falou sobre a história da ABRALEITE, desde a sua criação, composição da diretoria, até a sua enorme extensão por todos os estados do Brasil. O presidente da associação destacou a missão, objetivos e estruturação da ABRALEITE, mostrando o quanto a entidade tem batalhado nesse 1 ano e meio de existência para representar os produtores de leite e atender suas demandas junto aos órgãos governamentais e o legislativo.

Outro assunto debatido durante a palestra foi a suspensão da taxa de antidumping para a importação de leite em pó, integral ou desnatado oriundo da União Europeia e da Nova Zelândia, países que produzem com custo subsidiado. Borges salientou o quanto a medida prejudica o setor leiteiro no Brasil e comentou as ações tomadas pela ABRALEITE, juntamente com outros órgãos agropecuários, para reverter a decisão. Como resultado da pressão feita junto ao governo, conseguiram que o presidente Jair Bolsonaro, através da Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, em conjunto com a equipe econômica, sinalizasse a possibilidade do aumento da alíquota do imposto de importação do produto para compensar a perda da tarifa antidumping, ou a utilização da medida de salvaguarda cruzada, da mesma forma que aconteceu com a salvaguarda da Europa no caso do aço brasileiro, para que de uma forma ou de outra o total de tarifação permaneça os 42,8% como era (28% de impostos de importação + 14,8% de tarifa antidumping). Também há a possibilidade de aplicação medida de salvaguarda apenas se houver uma alta súbita da importação. Para isso o governo informou que estará fazendo o monitoramento diário de possíveis importações da Europa.

O presidente da ABRALEITE falou, ainda, sobre a intervenção da entidade nas negociações da comercialização do leite da APLISI (Associação dos Produtores de Leite Independentes de Santa Isabel), que envolve produtores dos estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Debateu-se também sobre a questão política e a representatividade do setor agropecuário, mostrando que a classe dos produtores de leite era a mais desunida dentro do agronegócio e que carecia de uma entidade que pudesse representa-la a nível nacional, o que aconteceu com o surgimento da ABRALEITE. A prova disso é que a entidade possui milhares de filiados em todos os estados, apesar do pouco tempo de existência.


Participação da COOASAVI

No início do evento, o diretor presidente da COOASAVI, Ronaldo Laredo, fez uma breve apresentação, falando sobre a bacia leiteira da região e a importância da cooperativa no apoio aos produtores, aproveitando também para agradecer a todos presentes, especialmente o Sr. Geraldo Borges. Na sequência, o diretor administrativo da COOASAVI, Paulo César Durço, deu a sua palavra, agradecendo a todos e saudando o palestrante, destacando a importância da atuação da ABRALEITE na questão da suspensão da taxa de antidumping. Após a palestra, o presidente da APLISI, Paulo Fernando, também se apresentou, elogiando o trabalho da ABRALEITE, sobretudo do presidente Geraldo Borges, e agradecendo a entidade pela atuação firme e positiva conseguindo solucionar o problema com a indústria de laticínios que tem contratos com os produtores da APLISI, fazendo com que os mesmos deixassem de perder cerca de R$ 5 milhões.

Para Paulo César Durço, a vinda do presidente da ABRALEITE, que mesmo com a agenda cheia se disponibilizou a deslocar de Brasília para atender a COOASAVI, foi de suma importância. “Foi um encontro muito interessante para os produtores e realmente posso dizer que foi um sucesso, dado o rico diálogo que tivemos com o Sr. Geraldo Borges. Agradeço a todos os membros da diretoria da COOASAVI que se empenharam para conseguir essa visita e também à intermediação do produtor de leite de Andrelândia, Sr. Hélio Alves de Carvalho, conhecido como ‘Helinho’”. A palestra foi proporcionada e patrocinada pela Diretoria da COOASAVI. Durante o evento, houve a filiação de mais de 70 produtores à ABRALEITE, incluindo a própria cooperativa e seus dirigentes. Além da diretoria da COOASAVI, dos cooperados e de representantes da APLISI, esteve presente também o prefeito de Andrelândia, Francisco Carlos Rivelli (“Cacau”).


Sobre a Abraleite

Criada em 12 de julho de 2017, a ABRALEITE Associação Brasileira dos Produtores de Leite busca representar produtores e criadores de raças leiteiras de todo o Brasil. A missão da entidade é unir produtores de leite e criadores do país, técnicos, empresas, entidades e parceiros do setor; defender os produtores de leite, sobretudo quanto à obtenção de preços justos e estáveis do seus produtos; cuidar de uma melhor legislação e das relações governamentais; promover o leite como alimento saudável ao ser humano; e incentivar a produção e produtividade com tecnologia, qualidade e sanidade, promovendo o aumento do consumo interno e das exportações.

A diretoria eleita para o triênio 2017/2020 é composta por 24 membros de lideranças de todo o Brasil, sendo o presidente Geraldo Borges; o primeiro vice-presidente, Evandro do Carmo Guimarães; o segundo vice-presidente, Reinaldo Figueiredo; terceiro vice-presidente, Maurício Silveira Coelho e o quarto vice-presidente, Roberto Hugo Jank Júnior. A Associação conta ainda com seis representantes no conselho fiscal, três no conselho consultivo e 180 representantes conselheiros estaduais, nomeados pela diretoria, número que cresce a cada dia juntamente com o quadro de associados.

Produtores de leite e criadores de todas as raças leiteiras do país que tiverem interesse em se filiar a ABRALEITE, devem mandar um e-mail para associacaoabraleite@gmail.com para solicitar o formulário de inscrição ou acessar o site www.abraleite.org.br


** Legenda da foto principal:

Presidente da ABRALEITE recebendo fichas de filiação da APLISI e de seu presidente Paulo Fernando (Poleca), César Durço, presidente SICOOB São Vicente, COOASAVI e de seu presidente Ronaldo Laredo, José Afonso Araújo, diretor COOASAVI, Francisco Carlos Rivelli ("Cacau"), prefeito de Andrelândia, e Hélio Alves de Carvalho, membro do Conselho Fiscal da APLISI.

Publicado: 18/02/2019 por COOASAVI

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER!