Estudo reúne estimativas do agro brasileiro para a próxima década

Fonte: SNA.


O agro brasileiro deverá crescer acima da média mundial nos próximos dez anos, o que eleva a participação do País como o principal exportador global das carnes (bovina, frango e suína), milho e açúcar.

Essa é uma das conclusões do Outlook Fiesp 2028 – Projeções para o Agronegócio Brasileiro, que reúne novas estimativas para o setor. A pesquisa foi elaborada pelo Departamento de Agronegócio (Deagro) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

O trabalho inclui projeções para algumas das principais commodities agropecuárias produzidas no Brasil, classificadas em termos de produção, produtividade, área (incluindo a dinâmica regional), exportação líquida, consumo doméstico, produção e demanda de fertilizantes, além do uso da terra no País para o período projetado.

No total, foram analisados 20 produtos agroindustriais e seus derivados: algodão, arroz, café, laranja (suco de laranja), cana-de-açúcar (açúcar e etanol), feijão, milho, soja (grão, farelo e óleo), trigo, carnes (bovina, frango, suína e pescados), ovos, lácteos e celulose.

O estudo também levanta preocupações em relação a ameaças de curto prazo, advindas das economias doméstica e internacional, que poderão influenciar a dinâmica de crescimento do agronegócio brasileiro.

Acesse o Outlook Fiesp 2028.


Publicado: 12/03/2019 por COOASAVI

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER!