MILHO / CEPEA: Possível maior oferta pressiona valores internos

Fonte: Cepea - Esalq/USP.


Os preços do milho, que estavam em alta desde o início de novembro do ano passado, agora estão caindo no mercado brasileiro. Segundo colaboradores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), a pressão vem do avanço da colheita da safra de verão e do bom desenvolvimento da segunda temporada, que gera expectativa de oferta elevada. A menor competitividade do cereal brasileiro no mercado internacional também influencia as baixas domésticas. 

Assim, após ter atingido no início de março o maior patamar nominal desde agosto/18, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa (referência região de Campinas – SP) vem registrando quedas sucessivas. De 8 a 15 de março, a baixa é de expressivos 6%, com o Indicador fechando a R$ 39,61/saca de 60 kg na sexta-feira, 15. Os preços também recuaram em outras regiões, como o oeste paranaense e Maracajú (MS).

Publicado: 18/03/2019 por COOASAVI

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER!