Câmara estende posse de arma na propriedade rural, mas veta o porte

Fonte: Valor Econômico / via Milk Point.

A Câmara dos Deputados aprovou nesta última quarta-feira (21), por 320 a 61, o projeto de lei que muda a regra para a posse de armas em propriedade rural. Apenas um deputados se absteve. Aprovada em julho pelos senadores, a proposta estabelece a extensão da posse de armas em propriedade rural. Com isso, a posse de arma não será mais restrita às sedes das fazendas e se estende para toda a propriedade rural.

Os deputados rejeitaram, em votação simbólica, o único destaque apresentado ao projeto, apresentado pelo PSC, que sugeria que proprietários de área rural, caso comprovassem ser produtores rurais, poderiam ter também o porte de arma.

Com a rejeição do destaque, a Câmara aprovou exatamente o texto que passou no Senado em julho deste ano. Por isso, o projeto segue para sanção presidencial.

Para que o projeto sobre armas fosse aprovado, parlamentares da base e da oposição fecharam acordo para a análise da proposta de emenda constitucional (PEC) que libera atividade agropecuária em terrais indígenas fosse adiada para a semana que vem.

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Publicado: 22/08/2019 por COOASAVI

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER!