Melhora o cenário para o Valor Bruto da Produção

Fonte: Valor Econômico / via SNA.


Ajustes para cima nas projeções para algodão e soja, principalmente, levaram o Ministério da Agricultura a elevar sua estimativa para o Valor Bruto da Produção (VBP) agropecuária do País em 2019. A Pasta passou a prever o VBP total em R$ 606.2 bilhões, ou seja, R$ 4.3 bilhões a mais que o previsto em setembro e montante 1,70% superior ao calculado para 2018 (R$ 596.1 bilhões).

Para os 21 produtos agrícolas que fazem parte do levantamento, o VBP total foi reduzido pelo Ministério da Agricultura para R$ 398.1 bilhões – R$ 3.3 bilhões acima da projeção de setembro, mas ainda 0,60% menos que no ano passado.

Do aumento total em relação à estimativa anterior, R$ 3 bilhões envolvem algodão e soja. Para o algodão a previsão ficou R$ 1.6 bilhão mais alta, em R$ 42 bilhões (18,20% mais que em 2018), e para a soja, carro-chefe do agronegócio brasileiro, subiu em R$ 1.4 bilhão, para R$ 130.6 bilhões (12,10% menos que em 2018).

Em relação ao VBP conjunto das cinco principais cadeias da pecuária, o ministério elevou sua estimativa para R$ 208.1 bilhões, cerca de R$ 900 milhões acima do previsto em setembro e 6,40% mais que em 2018. Voltaram a pesar para o ajuste os reflexos positivos para demanda e preços da epidemia de peste suína africana na China sobre o mercado global de carnes em geral e sobre as exportações brasileiras.

Para os bovinos, a estimativa de VBP do ministério foi elevada para R$ 82.6 bilhões, 2,70% mais que no ano passado. Também há aumentos projetados para frango (12,80%, para R$ 62.6 bilhões), suínos (9,50%, para R$ 16 bilhões) e ovos (21,40%, para R$ 14 bilhões). E há queda prevista para leite (1,70%).


Publicado: 17/10/2019 por COOASAVI

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER!