Evento online para debater resistência de plantas daninhas nos cultivos de grãos

Fonte: Embrapa.


O Brasil conta hoje com dez plantas daninhas resistentes ao glifosato, com custos de produção crescentes em função do investimento no controle das invasoras. Promover o manejo da resistência de plantas daninhas integrando conhecimentos para uso correto de herbicidas é o objetivo do 8º Encontro Nacional sobre Resistência de Plantas Daninhas, que será realizado em formato online, em quatro encontros nos meses de setembro e outubro. A promoção é da Embrapa e Aldeia Norte Eventos.


Até o final de 2019, foram identificadas dez plantas daninhas resistentes ao glifosato no Brasil: Amaranthus palmeri, Amaranthus hibrydus, Chloris elata, Conyza bonariensis, Conyza canadensis, Conyza sumatrensis, Digitaria insularis, Eleusine indica, Euphorbia heterophylla e Lolium multiflorum. Estimativas apontam que os custos de produção em lavouras de soja com plantas daninhas resistentes ao glifosato podem subir de 42% a 222%.


De acordo com Leandro Vargas, pesquisador da Embrapa Trigo, existem três métodos para minimizar o problema: o preventivo, como a aquisição de sementes livres de infestantes, a limpeza de máquinas e equipamentos, e a manutenção de beiras de estrada, carreadores e terraços livres de infestantes; o método mecânico, como as capinas e roçadas; e o método químico com a utilização de herbicidas de diferentes mecanismos de ação, em sistemas de controle distintos.


A programação será dividida em 4 painéis: dia 23/09 - Novas tecnologias e herbicidas para manejo de plantas daninhas; dia 30/09 - Novos casos de resistência a herbicidas no Brasil; 07/10 - Manejo de plantas daninhas em sistemas de produção "verão"; e dia 14/10 - Manejo de plantas daninhas em sistemas de produção "inverno".


As inscrições podem ser efetuadas no site https://www.plantiodireto.com.br até o dia do evento ao custo de R$ 30,00. Veja a programação completa aqui.



O 8º Encontro Nacional conta com o patrocínio da Basf, CropLife Brasil, Enlist, Intacta 2 Xtend, Ihara, FMC, Syngenta e UPL.


Texto: Joseani M. Antunes (MTb 9693/RS) - Embrapa Trigo

Publicado: 04/09/2020 por COOASAVI

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER!