Suínos: alta do vivo e recuo de insumos elevam poder de compra

O poder de compra do suinocultor aumentou em junho na maior parte das praças acompanhadas pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). A justificativa para esse cenário é o aumento dos preços do suíno vivo e o enfraquecimento das cotações de milho e farelo de soja, principais insumos utilizados na atividade.

Segundo pesquisadores do Cepea, o vivo se valorizou devido à demanda mais aquecida, enquanto para o milho, o recuo dos preços está atrelado à retração de compradores, que estão à espera da entrada mais efetiva do milho da segunda safra. Para o farelo de soja, informações do Cepea indicam que as recentes baixas nos preços externos do grão, devido ao conflito comercial entre a China e os Estados Unidos, e as indefinições do tabelamento mínimo do frete têm resultado em queda nos preços domésticos do derivado.

Fonte: Cepea - Esalq/USP. 

Publicado: 28/06/2018 por COOASAVI

ASSINE NOSSA
NEWSLETTER!